Home


CV Lattes

Pós-Doutorado

Instituição: Freie Universität Berlin, Instituto Peter Szondi (Universidade Livre de Berlim)
Período: setembro de 2013 a fevereiro de 2015
Título do Projeto: The Language and Politics of Colonial Translation in Sixteenth-Century Brazil

Doutorado

Doutorado em Literatura Comparada (Columbia University 2005). Orientadores: Dorothea von Mucke e David Armitage. Tese: Travel Writing and Religious Dissent. Hans Staden’s Wahrhaftige Historia in Print.

Áreas de interesse

Literatura de viagem e etnografia, concepções de autoria e práticas de leitura, teoria literária e teoria da história, História Atlântica, colonialismo e modernidade.

Projetos de pesquisa em andamento

Um Brasil inédito

Este projeto investiga a conexão entre imprensa , colonialismo e expansão européia, a partir de um corpus de textos ingleses, franceses, espanhóis e alemães sobre o Brasil colonial. Para além do uso dos relatos de viagem como justificativa retórica do colonialismo e estratégia de auto-estilização de eus europeus, discute-se a forma de transmissão dos relatos, em particular, as consequências da associação entre experiências coloniais e contextos de publicação não-coloniais.

Os primeiros intérpretes-tradutores no Brasil colonial. Um estudo comparado dos línguas em seus contextos literários e culturais  )

Embora os primeiros intérpretes-tradutores do Brasil colonial tenham adquirido um lugar de destaque na historiografia recente, não há estudos sobre as condições específicas da sua experiência e representação textual. Este projeto investiga em que medida a figura dos intérpretes pode alterar o nosso conhecimento das relações entre índios e europeus no Brasil colonial. Por um lado, analisa as mídias específicas através das quais linguagens nativas e européias produziram novos códigos culturais e, por outro, discute as concepções de autoria que impunham restrições à representação da experiência transcultural dos intérpretes.