Faculty


Profª Drª Maria de Fátima Lima Santos

CV Lattes
 

Pós-doutorado

Instituição: Museu Nacional/UFRJ
Período: de março a dezembro de 2014
Título do Projeto: Onde não cabem mais apenas dois\duas: Discursos e Práticas Afetivo-Sexuais Não – Monogâmicas

Doutorado

Instituto de Medicina Social/ IMS/ Universidade Estadual do Rio de Janeiro, 2010. Orientadora: Márcia Arán. Título da Tese: A Construção do Dispositivo da Transexualidade: Saberes, Tessituras e Singularidade nas Experiências Trans.  

Áreas de interesse

Práticas discursivas e identitárias em contextos institucionais (escola, mídia, trabalho, família etc.), Performatividade de Gêneros e suas relações com os Corpos, Sexualidades e Desejos, Políticas das Identidades e Diferenças, Práticas Discursivas no Trabalho e o Cuidado em Saúde.

Projeto de pesquisa em andamento

Onde não cabem mais apenas dois\duas: Discursos e Práticas Afetivo-Sexuais Não - Monôgamicas.

A presente proposta de investigação tem como tema central os discursos (regimes de verdade) e práticas que se organizam em torno da noção de não-monogamia. Parto da noção de discurso e prática no pensamento de Michel Foucault onde os discursos são entendidos enquanto um conjunto de enunciados que faz parte de uma mesma formação discursiva (Foucault, 2000) e se caracterizam pela articulação entre saberes e poder. Para Foucault a “Verdade” deve ser entendida não no sentido metafísico, mas como um regime, com produção de diferentes procedimentos e estratégias que faz determinados enunciados se tornarem verdadeiros.Destaco que os discursos são historicamente construídos, mutáveis, polissêmicos e polimorfos e que emergem produzindo outros\novos sentidos inseparáveis das práticas sociais e outros\novos modos de subjetivação onde a relação saber\poder produz subjetividades, produz sujeitos historicamente construídos. A aposta conceitual/metodológica consiste em tomar os discursos enquanto produções sociais e culturais indissociáveis das práticas constituindo textos culturais que são dispositivos significativos para compreensão dos diferentes processos sociais e culturais. Neste sentido, interessa perceber como os sujeitos que experenciam essas práticas se relacionam consigo mesmos - o cuidado de si e com os outros (as alteridades) e com as normas sociais, principalmente a mononormatividade.  Entendendo que as produções discursivas e as práticas sociais são indissociáveis tem como objetivo principal compreender, investigar, analisar, de uma perspectiva antropológica, as falas e práticas forjadas e como estas produzem sujeitos, subjetividades e modos de subjetivação que se organizam a partir da noção de não-monogamia.Também constitui objetivos perceber como os sujeitos que se propõem a pensar e viver relações não organizadas pela monogamia experenciam a relação consigo mesmo e com os outros percebendo quais as morais e as éticas produzidas nestas experiências.

Projeto ligado ao Núcleo de Estudos sobre Discursos e Sociedades (NUDES).