Internationalization


O PIPGLA tem, cada vez mais, firmado sua posição como referência no campo da Linguística Aplicada também no âmbito internacional. Veja abaixo algumas das ações de internacionalização desenvolvidas no programa.

Intercâmbios internacionais

Intercâmbios entre o Programa Interdisciplinar de Pós-Graduação em Linguística Aplicada da UFRJ e o Center for Language Discourse & Communication da King’s College London

Desde 2010, as duas universidades têm desenvolvido parceria envolvendo diferentes atividades. A primeira delas concerne o intercâmbio de conhecimentos na forma de estágios de pós-doc (Profa. Branca Falabella Fabrício, em 2010, e Profa. Paula Szundy, em 2015); de doutorado-sanduíche (Rodrigo Borba, discente de Doutorado, em 2013-14 e Douglas Roberto Knupp Sanque em 2017-2018); e de iniciação científica (caso de uma aluna de graduação filiada ao núcleo de pesquisa NUDES, também em 2014). Uma outra colaboração diz respeito a contribuições de docentes do PIPGLA com trabalhos para a conceituada série Working Papers in Urban Language & Literacies, organizada pelo King’s College (https://kcl.academia.edu/WorkingPapersinUrbanLanguageLiteracies). Há ainda colaboração na forma de conferências/palestras, caso das palestras “(Un)learning what one “is”: discourse, subjectification and humanization in trans-specific healthcare” e “Ideologies of communication in policies of ‘pacification’ of Favelas: Regimes, publics, and the production of truth” proferidas pelo Prof. Rodrigo Borba e Daniel Nascimento Silva, respectivamente, no colóquio “Discourse, Power & Regimes of Subjectification in Brazil: The ‘humanisation’ of public health and the ‘pacification’ of the favelas”, organizado pelo Brazil Institute e pelo Centre for Language Discourse and Communication do King's College London, em 2015. A cooperação teve continuidade, em 2016, com a realização de um projeto de pesquisa em comum, envolvendo o/as professore/as Rodrigo Borba e Branca F. Fabrício (do PIPGLA) e Olivia Knapton (do King’s College). O projeto, que tem como tema a circulação de notícias midiáticas sobre o zica virus no Brasil e Reino Unido, se encontra atualmente na fase de análise de dados, cujos resultados foram partilhados com a comunidade acadêmica através da apresentação do trabalho “Media coverage and the transnational circulation of discourses of Zika in Brazil and the UK” no 18th Aila World Congress, em 2017. Além disso, em 2018 o prof. Rodrigo Borba ministrou palestras em diferentes atividades do Centre for Language, Discourse and Communication como, por exemplo, a palestra “Gendered politics of enmity: Language ideologies and social polarization in Brazil” durante Research Workshop in Discourse, Language and Communication e a conferência, em co-autoria com Tommaso Milani (University of Gothemburg, Suécia) no evento Cross London Linguistics organizado pela London Social Science Doctoral Training Partnership e a British Academy. Também solidifica a cooperação entre os dois programas a presença, como palestrante, do Prof. Ben Rampton no 18th Aila World Congress organizado pelo PIPGLA.

Cooperações estabelecidas através do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior (PDSE-CAPES)

Além dos estágios de doutorado sanduíche no exterior dos discentes Roberta Sol Stanke (Technische Universität Berlin) e Rodrigo Borba (King’s College London), frutos de parcerias internacionais já mais consolidadas entre projetos de pesquisa, os/as discentes Marcel Álvaro de Amorim, Cíntia Regina Lacerda Rabello e Evaldo Carneiro de Mello Sobrinho realizaram estágios de doutorado sanduíches na Universidade de Aarhus (Bélgica), na Open University, Reino Unido e na Universität der Künste (Berlin, Alemanha) em 2014-2015, respectivamente. Em 2016-2017, os/as discentes Edson de Siqueira Starneck, Mábia Camargo, Erika de Freitas Coachman e Bianca Baptista realizaram estágios de doutorado sanduíche nas universidades: MacQuarie University (Australia), Universidade do Colorado (EUA), Universidade de Hull (Inglaterra) e Universidade de Viadrina (Alemanha). Em 2018-2019, Gleiton Matheus Bonfante, Douglas Roberto Knupp Sanque e Jaime de Souza Junior realizaram estágio de doutorado sanduíche nos seguintes centros universitários: Universidade de Gotemburgo (Suécia), King’s College London (Inglaterra), e Universidade de Leeds (Inglaterra). Em 2019-2020, os discentes Áida Penna e Thamiris Oliveira de Araújo estão realizando estágios de doutorado sanduíche, respectivamente, na Universidade de York (Inglaterra) e na Universidade de Coimbra (Portugal).

Cooperações entre o Programa Interdisciplinar de Linguística Aplicada e a Universidade de Copenhage

Em 2016, firmou-se cooperação internacional de pesquisa com a Universidade de Copenhage a partir da participação do Prof. Rodrigo Borba na rede de pesquisa “Language, gender and sexuality in a global materiality perspective”. Essa rede, financiada pela Styrelsen for Forskning of Innovation, agência de pesquisa do governo dinamarquês, reúne pesquisadores e pesquisadoras de 4 universidades com diferentes níveis de expertise (pesquisarodes/as doutores/as, alunos/as de mestrado e doutorado e estudantes de pós-doutorado): University of Copenhage (Dinamarca), University of Witwatersrand (África do Sul), Universidade de São Paulo e Universidade Federal do Rio de Janeiro. Durante o ano de 2016, o grupo teve 3 reuniões presenciais (Joanesburgo, março de 2016, São Paulo, julho de 2016 e Copenhage, dezembro de 2016). Esses encontros se configuraram como reuniões de pesquisa e cada um teve uma semana de duração durante a qual o grupo teve reuniões para discussão e estudo de textos e seminários abertos à comunidade acadêmica para apresentação dos trabalhos de pesquisa elaborados no âmbito da rede. A rede tem como objetivos estimular o intercâmbio de conhecimentos no eixo Norte-Sul global e visa discutir as relações entre processos geopolíticos de conhecimento, as dinâmicas pós-coloniais e suas influências em discursos sobre gênero e sexualidade nos 3 países envolvidos. Em 2017, como produtos desse intercâmbio, os pesquisadores da rede organizaram um simpósio temático apresentado no congresso internacional “Language in the Media: Mediatising (Trans)nationalism”, na Cidade do Cabo. Em 2019, foi publicado o número especial do periódico Discourse, Context and Media que agrega trabalhos desenvolvidos como fruto dessa cooperação. A profa. Branca Fabrício e o prof. Rodrigo Borba contribuíram com as seguintes publicações: “Discourse circulation in news coverage of the Zika virus outbreak: Colonial geopolitics, biomediatization and affect” (Fabrício, 2019) e “Colonial intertexts: Discourses, bodies and stranger fetishism in the Brazilian media” (Borba e Milani, 2019). Essa cooperação ainda rende outros frutos como, por exemplo, o convite recebido pelos profs. Rodrigo Borba e Branca Fabrício para apresentarem trabalhos de pesquisa em simpósio organizado pela profa. Marie Maegaard (University of Copenhagen), coordenadora do grupo de pesquisa em questão, no congresso internacional Sociolinguistics Symposium a ser realizado em Hong Kong em 2020.

Cooperação entre o PIPGLA e a Universidade de Liverpool

Em 2019, o prof. Rodrigo Borba foi convidado a participar como supervisor da rede de pesquisa “Multilingual heritage: Challenging monoligual memorialisation” coordenada pelos profs. Robert Blackwood, Stefania Tufi e Nicola Bermingham da Universidade de Liverpool. A rede reúne pesquisadores de diversas instituições de pesquisa do mundo (UFRJ, Universidade do Zâmbia, Universidade de Oslo, Universidade de Western Cape, Instituto de Ciência Legais e Sociais do Cabo Verde, Ministério da Educação de Argéria e Universidade de Sfax Eritréia) e tem por objetivo investigar como políticas linguísticas oficiais se chocam com o multilinguismo que caracteriza processos de memorialização e acabam por obliterar histórias locais ao impor ideologias linguísticas monolíngues que pouco dizem a respeito da diversidade linguística dos locais onde se encontram. Serão desenvolvidas pesquisas em memoriais e lugares públicos históricos cujos resultados serão apresentados em reuniões de pesquisa que acontecerão na Cidade do Cabo, Algiers e Asmara. Essa rede é financiada pelo Conselho de Pesquisa em Artes e Humanidades da Inglaterra (UK Arts & Humanities Research Council) e estão previstas publicações nos periódicos Modern Languages Open e Language Policy.

Cooperação entre PIPGLA e a Hong Kong Baptist University

Em 2019, o prof. Rodrigo Borba foi convidado a atuar como mentor no programa de mentoria para jovens acadêmicos da Hong Kong Baptist University no qual atuará na supervisão do trabalho de docência e de pesquisa do prof. assistente Ben Rowlett. O programa envolve reuniões virtuais mensais para acompanhamento da atuação do prof. Rowlett, uma palestra pública a ser ministrada pelo prof. Rodrigo Borba em Hong Kong sobre temas de pesquisa em comum com a de seu supervisionando assim como a publicação de artigos em co-autoria.

Cooperação entre PIPGLA e a Universidade de Aswan, Egito

A profa. Luciana Marino firmou cooperação de pesquisa conjunta com o prof. Maged Talaat Mohamed Ahmed Elgebaly do Depto. De Língua Portuguesa da Universidade de Aswan, Egito. A cooperação visa ao desenvolvimento do projeto de pesquisa “Cartografias urbanas pelo universo egípcio nas crônicas de periódicos do Rio de Janeiro de fins do século XIX/início do século XX” que envolve missões de pesquisa no Brasil e no Egito. Em 2018 a profa. Marino ministrou minicurso para alunos/asde graduação e pós-graduação em línguas portuguesa da Universidade de Aswan e em 2019 ministrou palestra. Em 2019, o prof. Maged participou de uma banca de mestrado no PIPGLA e de três qualificações de doutorado. Ministrou também palestra aberta a nossos/asdiscentes com o título “O discurso sobre o Egito em Eça de Queiros e Alexandra Coelho”.Além disso, há um protocolo de intenções entre a UFRJ e a Universidade de Aswan com vigência até 2021. Essa cooperação também tem gerado publicações conjuntas como, por exemplo, o capítulo “Naguib Mahfhouz: O Cairo e suas trilhas em Noites das Mil e uma noites” (Nascimento, Elgebaly e Pereira, 2019) e a coletânea “Modernidade: múltiplas linguagens (re)construções (re)leituras” (Nascimento, Saraiva, Elgebaly e Abreu, 2019).
Tais tipos de parceria sublinham a vocação do PIPGLA para o estabelecimento de diálogos interinstitucionais, nos níveis nacional e internacional, fruto de seu perfil interdisciplinar interessado no rompimento de fronteiras no campo dos saberes. Além dos intercâmbios detalhados acima, várias atividades de docentes do Programa vêm promovendo sua inserção internacional, indicando o nível crescente de internacionalização das atividades do PIPGLA. Algumas (inter)ações no período 2016-2019 que revelam a intensificação da tendência à internacionalização são destacadas a seguir:

- Do ponto de vista epistemológico, o redesenho das paisagens da Linguística Aplicada praticado na produção intelectual do corpo social do Programa caminha na direção da internacionalização da universidade, uma vez que se alia às diretrizes de grandes centros de referência internacional com os quais vários docentes e discentes do Programa dialogam, a saber: King’s College London, Universidade de Sidney, Shakespeare Institute, Freie Universität de Berlim, Universidade de Birnimgham, Universidade de Copenhage, Universidade da Califórnia em Berkeley, Universidade de Witwatersrand e Universidade de Oxford, entre outras.

- Publicações do Prof. Luiz Paulo da Moita Lopes como "Por uma Linguística Aplicada Indisciplinar" (2006), "O Português no século XXI" (2013) e “Global Portuguese. Linguistic ideologies in late modernity” (2015, 2018), do Prof. Daniel Silva como, por exemplo, “Language and Violence” (2017) e do Prof.Marcel Amorim,  “Eating Shakespeare: cultural anthropophagy as Global methodology (2019) contam com a contribuição de pares da Europa, Américas (Sul e Norte), África e Ásia em processos de inovação epistêmico-metodológica da área. Tais ações se refletem nos convites recebidos pelos/as professores/as para proferir palestras, ministrar cursos e publicar em vários países. Atesta esse reconhecimento o convite recebido pelo professor Luiz Paulo da Moita Lopes para contribuir com os capítulos “Ideology in research methodology”, publicado em 2012 na Encyclopedia of Applied Linguistics, e “Language and gender research in Brazil: an overview”, publicado em co-autoria com Ana Cristina Ostermann no The handbook of language, gender and sexuality (2014), obras de referência mundial para o registro do estado da arte do conhecimento produzido na área. Nessa mesma direção, os professores Rodrigo Borba, Branca Falabella Fabrício, Luiz Paulo da Moita Lopes, Adriana Carvalho Lopes e Daniel N. Silva contribuíram com capítulos para o “Oxford Handbook of Language and Sexuality”, “Handbook of Discourse Studies”, “Sociolinguistics of country branding”, “Translinguistics: Negotiating Innovation & Ordinariness”, “Language and Culture on the Margins. Local/Global Interactions”, “Schools asQueer transformative spaces: global narratives on gender and sexualities in schools”, “Multilingual memories: memory, monuments and the linguistic landscape”, “Making Sense of People and Place in Linguistic Landscapes”(algumas publicadas em 2019 e outras com previsão de publicação para 2020), coletâneas publicadas por editoras importantes na área de Linguística e Literatura como a Oxford University Press, Routledge, Blommsbury etc.

- Convite recebido pela professora Christine Nicolaides para participar de um e-book internacional na área de autonomia e ensino de línguas: NICOLAIDES, C. S. ; KARLSSON, L. ; VOLLER, P.  From there to autonomy some long and winding roads. In: Andy Barfield; Natanael Delgado Alvarado. (Org.). Autonomy in Language Learning: Stories of Practices. 1ed.Canterbury: IATEFL, 2013, v. 1, p. 12-22; e, em 2015, pelos professores Daniel do Nascimento Silva e Rodrigo Borba para integrar o conselho editorial de revistas internacionais: Pragmatics & Society, Gender and Language e Descentrada:Revista Interdisciplinária de feminismos y gênero. Em 2018, cabe sublinhar o convite recebido pela Profa. Luciana Villas Bôas para apresentar seu projeto de pesquisa no Kolloquium - Institut für Germanistik, Vergleichende Literatur- und Kulturwissenschaft, na Universidade de Bonn, Alemanha.

- Editoria de periódicos internacionais e parecerista de agências de fomento estrangeiras. O prof. Daniel Silva atua, desde 2017, como editor associada da Pragmatics and Society (qualis B1); e, 2019, o prof. Rodrigo Borba assumiu o posto de editor chefe (em parceria com Kira Hall da Universidade do Colorado e Mie Hiramoto da National University of Singapore) do periódico Gender and Language (qualis A2), posto que também lhe garante assento no conselho executivo da International Gender and Language Association à qual o periódico está ligado. Além disso, o prof. Rodrigo Borba atua com frequência como parecerista da National Research Foundation da África do Sul.

- Publicações em língua inglesa em veículos acadêmicos de grande circulação e prestígio (caso dos Working Papers da King’s College e da Universidade de Tilburg, para os quais contribuem alguns docentes do Programa) assim como periódicos renomados da área como é o caso do Journal of Sociolinguistics, International Journal of the Sociology of Language, Journal of English as a Lingua Franca, Language in Society, Pragmatics and Society, Gender and Language (para mais detalhes ver o item 2.5) garantindo a possibilidade de maior circulação internacional do conhecimento produzido no Programa. O número crescente de publicações em língua inglesa por professores/as do Programa também divulga internacionalmente o conhecimento produzido no PIPGLA e sublinha seu caráter de relevância internacional para o campo.

- Indicação da Profa. Paula Szundy para integrar como membro o Comitê Executivo e Internacional da Associação Internacional de Linguística Aplicada (AILA) e para coordenar a organização do "AILA WORLD CONGRESS RIO 2017", evento mundial mais importante na área de Linguística Aplicada que, em sua décima oitava edição, foi realizado pela primeira vez no Brasil e América Latina. Também contribuem para a internacionalização do Programa a presença da Profa. Branca Falabella Fabrício no Editorial Board da Aila Review (nos biênios 2015-2016; 2017-2018 e 2019-2020) e do Prof. Luiz Paulo como organizador de um dos volumes da AILA REVIEW 2018.

- A realização de estágios pós-doutorais em centros de referência acadêmica internacionais, caso de vários professores do PIPGLA no período 2016-2018: Rodrigo Borba (University of Oxford 2017-2018), Christine Nicolaides (San Francisco State University, 2016-2017), Marcel Amorim (King’s College London, em 2016-2017) e Profa. Luciana Villa Bôas (Universität Duisburg-EssenFakultät für GeisteswissenschaftenInstitut für Anglophone Studien / Institute for Anglophone Studies

Angewandte Linguistik – Fachdidaktik, em 2018). Note-se ainda que durante o estágio pós-doutoral do prof. Paulo Gago na PUC-Rio estão sendo realizadas missões de pesquisa na Universidade Nova de Lisboa (Portugal) durante a qual o prof. Paulo Gago está estreitando laços de pesquisa com o pesquisador Michel Binet, antropólogo e analista da conversa do Centro Lusíada de Investigação em Serviço Social e Interação Social de Lisboa e coordenador do GEACC – Grupo de Estudos da Análise da Conversacional e da Inclusividade Social (https://geacc.hypotheses.org/). Durante sua missão de pesquisa o prof. Gago um protocolo de intenções com o Centro Lusíada (nos termo da DRI-UFRJ  (https://dri.ufrj.br/index.php/pt/convenios/novos-acordos) com vistas a elaboração de pesquisas conjuntas. Essa missão também resultará em publicações como é o caso do capítulo” Mediação familiar judicial e intervenção social a partir da fala-em-interação” produzido em co-autoria entre o prof. Gago e uma discente do PIPGLA a ser publicado em coletânea organizada pelo prof. Binet. Tais intercâmbios internacionais, além de envolverem troca de ideias e convites para ministrar palestras, também resultam no planejamento de publicações com a participação de pares internacionais.

- A apresentação do site do Programa em versão trilíngue (português, inglês e espanhol), a partir de 2016, também contribui para a circulação internacional das atividades do Programa.

- A participação recorrente de docentes do Programa em diferentes Seminários e Congressos internacionais na forma de organização de Simpósios / Painéis e apresentação de comunicações assim como conferencistas principais. Em 2017-2019, cabe destacar as várias comunicações de docentes do PIPGLA no 18 Congresso Mundial em Linguística Aplicada (AILA 2017) e no Sociolinguistics Symposium 22 (SS22) assim como as conferências ministradas pelo Prof. Rodrigo Borba no congresso internacional da International Association of Gender and Language (2018) e no Lavander Languages and Linguistics 26 (2019), além da participação do corpo docente em outros eventos internacionais de grande impacto (informações mais detalhadas podem ser encontradas nos itens 2.4 e 2.5).

- Em 2019, o prof. Luiz Paulo da Moita Lopes supervisionou o estágio pós-doutoral de Roberval Silva, professor da Universidade de Macau, China. Nesse mesmo período, o prof. Rodrigo Borba supervisionou o desenvolvimento do doutorado sanduíche de Ashlee Dauphinais Civitello, bolsista Fulbright e discente da Ohio State University. Em 2020, o PIPGLA receberá mais um bolsista Fulbright, aluno da UCLA, que será supervisionado pelo prof. Daniel Silva.

- A profa. Christine Nicolaides representa o PIPGLA no consórcio de cooperação internacional entre a UNB, UFPI, UNISINOS, PUC-SP e as universidades canadenses York University, University of Ottawa e University of Toronto. A proposta do consórcio está sendo elaborada e será submetida ao Edital Canada-Brazil Awards – Joint Research Projects 2021, financiado pela CAPES e governo canadense.

- Em 2019, o prof. Marcel Amorim finalizou, junto ao Prof. Dr. Vinícius Mariano Carvalho, King’s College London, e a Prof. Dra. Anne Sophie Refskou, o projeto “Shakespeare and Anthropophagy”. Como resultado deste projeto, houve a publicação de um livro organizado com a participação de diversos pesquisadores de diferentes partes do mundo: Cristiane Busato Smith (Osher Institute), Geraldo Carneiro (UFRJ), Koel Chatterjee (Trinity Laban London), Aimara da Cunha Resende (UFMG), Diana Henderson (MIT), Paul Heritage (Queen Mary University of London), Victor Huertas Martín (Universidad Nacional de Educación a Distancia e Universidad Autónoma de Madrid), Alfredo Michel Modenessi (National University of Mexico), Eleine Ng (Asian Shakespeare Intercultural Archive), Varsha Panjwani (Boston University), Paulo da Silva Gregório (Universidade Potiguar) e Mark Thorton Burnett (Queen's University).

- A profa Paula Szundy representa o PIPGLA no Research Network Literacies across languages and social domains da Associação Internacional de Linguística Aplicada que se reunirá durante o AILA World Congress 2020 a ser realizado na Holanda.

- Professores e discentes do PIPGLA também têm participado da organização de congressos internacionais no período de 2017-2020 como é o caso do 18th AILA World Congress, presidido pelos profs. Paula Szundy e Rogério Tílio e o qual contou com a participação de diversos profs./as. do PIPGLA tanto na comissões organizadora como no comitê científico (note-se que discentes de graduação e pós-graduação vinculados ao Programa apresentaram comunicações orais e trabalharam como monitores/as durante o evento). Em 2019, os profs. Branca Fabrício e Rodrigo Borba (em parceira com as profas. Diana Pinto e Glenda Melo do PPG de Memória Social da UNIRIO) organizaram o congresso internacional Language in the Media 8 que contou com a participação de pesquisadores/as do mundo inteiro. Docentes e discentes do PIPGLA apresentaram trabalhos neste evento que teve como palestrantes Daniel Silva (PIPGLA/UFRJ), Deborah Cameron (Oxford University) e H. Samy Alim (UCLA).  

- Tradução de artigo escrito dos profs. Adriana Carvalho Lopes e Rodrigo Borba (Borba e Lopes, 2018) para o francês a pedido da editora da revista acadêmica Glad: revue du language, du genre e des sexualités (Borba e Lopes, 2019).

- O prof. Rogério Tílio atua como coordenador pedagógico do projeto Idioma sem Fronteiras (que foi discutido com mais detalhes no item 2.5), importante veículo de internacionalização do PIPGLA.

- Em 2019, o prof. Rogério Tílio ministrou palestra e curso de curta duração durante o V Fórum Internacional de Ensino e Estudos de Língua Portuguesa na China da Universidade de Estudos Estrangeiros do Cantão.

- O prof. William Soares dos Santos representa o PIPGLA na Rec-Mat Project Teachers peer training week em 2018. O Rec-Mat é um projeto patrocinado pela comunidade europeia no âmbito do Erasmus Mundi para reconhecimento mútuo de disciplinas oferecidas entre universidades europeias e suas parceiras globais.

- O prof. Rodrigo Borba participou, em 2019, de duas bancas de doutorado no exterior: uma na University of the Western Cape e outra na Universidade de Stockholm. Do mesmo modo, em 2019, a profa. Branca Falabella Fabrício participou de banca de doutorado na Universidade de Macau.

- O prof. Luiz Paulo da Moita Lopes ministrou palestras e minicursos no Centro de Estudos Internacionais da Universidade de Leiden, Holanda, em 2019.